Saiba tudo sobre o curso Técnico em Alimentos

Publicidade

Quem faz um curso técnico em alimentos se torna um profissional apto a coordenar e desenvolver os processos de produção de alimentos. Como se trata de uma profissão em crescimento, listamos neste artigo tudo o que você precisa saber sobre essa profissão, como: salário, o que faz, onde atua e onde fazer o curso.

Diversas instituições oferecem esse curso, com destaque para o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Na instituição, você encontrará o curso Técnico em Alimentos sendo oferecido em praticamente todas as regiões do país.

Publicidade

Tire todas as suas dúvidas sobre a profissão e venda onde fazer o curso no conteúdo a seguir.

Como é o curso Técnico em Alimentos?

Os cursos de técnico em alimentos costumam ter uma duração de 3 anos. O aluno irá aprender tudo o necessário para atender à exigência cada vez maior do mercado de trabalho. Você precisa consultar o site da instituição para consultar os requisitos para a matrícula.

Técnico em Alimentos

A maioria dos cursos disponíveis são feitos presencialmente, porém, existem alguns que sã disponibilizados presencial ou semipresencial.

Publicidade

Onde fazer o curso de Técnico em Alimento?

Fizemos uma seleção com alguns dos melhores cursos de Técnico em Alimento do mercado.
Confira as dicas abaixo:

SENAI SP

O SENAI é uma das instituições mais renomadas do Brasil. A instituição possui um curso de técnico em alimentos na unidade de Barra Funda. O curso é completo, tendo 1500 horas de conteúdo. É preciso entrar neste site para saber informações do próximo processo seletivo.

  • Carga horária: 1200 horas;
  • Preço: a consultar.
  • Como se inscrever: Acesse a página do curso para obter mais informações.

SENAI – Jaraguá do Sul

O SENAI da cidade de Jaraguá do Sul/SC também oferece o curso técnico em alimentos. O curso tem uma carga horária de 1200 horas, sendo feito para transformar inexperientes em verdadeiros especialistas do setor.

O público-alvo do curso são aquelas pessoas que estão cursando a partir do 2º ano ou já concluíram o ensino médio. A idade mínima para se inscrever no curso é 14 anos.

Como o método de ensino é híbrido, é recomendável que o aluno tenha um bom computador e uma boa conexão com a internet para ter os melhores resultados.

  • Carga horária: 1200 horas;
  • Preço: a consultar.
  • Como se inscrever: Acesse a página do curso no site do SENAI SC e clique em se inscrever.

Cotuca

O Cotuca é outra opção para quem deseja fazer um excelente curso de técnico em alimentos. O curso tem uma duração de 3 anos já contando com o estágio. O aluno que fizer o curso precisa gostar de matemática, física, biologia e química para se destacar na formação.

Publicidade

UFSM

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) oferece o curso técnico em alimentos no Campus Camobi, no turno matutino. A formação é oferecida no período semestral, sendo necessário quatro semestres para a conclusão.

  • Carga horária: a consultar;
  • Preço: a consultar.
  • Como se inscrever: Entre no site do UFSM e clique no edital para conferir as regras do processo seletivo.

O que faz um técnico em alimentos?

As principais atribuições de um técnico em alimentos são: implantar processos de controle de qualidade; realiza instalação e manutenção de equipamentos; avalia a qualidade da matéria-prima; aplica soluções tecnológicas; analisa alimentos; planejamento e controle de produção, e muito mais.

Saiba tudo sobre os cursos a seguir:

Onde atua?

As oportunidades de trabalho para um técnico em alimentos são inúmeras, veja abaixo as principais oportunidades de atuação:

  • Atuar na análise de alimentos;
  • Indústrias e agroindústrias de alimentos e bebidas;
  • Instituições de órgãos de pesquisa;
  • Laboratórios de análise e controle de qualidade;
  • Segurança de alimentos;
  • Planejamento e controle de produção;
  • Todo tipo de indústria de alimentos;
  • E muito mais.

Quanto ganha?

Segundo dados do portal Salarios.com.br, o salário médio de um técnico de alimentos no Brasil é de R$ 2.054,01. Entretanto, o valor pago varia de acordo com a região e o nível de experiência do profissional. O valor pode ser muito maior de acordo com essas variáveis.

O interessado em se tornar um técnico em alimentos terá que atuar na produção de alimentos, podendo ser na escala industrial, além de aprender todas as normas e procedimentos técnicos de controle de qualidade, saúde e higiene.

Por conta disso, antes mesmo de fazer a sua inscrição em algum curso citado neste artigo, reflita sobre o que você realmente deseja para o seu futuro. Caso não goste das atribuições dessa profissão, pode ser interessante fazer outra formação.

Redator profissional que atua no ramo há mais de 15 anos. Atua como criador de pautas, editor e redator aqui no blog.

Comente